(11) 97534-5688 - (11) 3831-3020 contato@dantasemartins.com.br

Matéria original publicada em www12.senado.leg.br

Na última segunda-feira, dia 29, durante sessão da comissão do Senado que monitora as ações de combate à pandemia (CTCOVID19), foi colocada em pauta a possibilidade a possibilidade de produção de vacinas inativadas contra o coronavírus nas plantas industriais de imunizantes voltados à saúde animal.

O vice-presidente do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal (Sindan), Emílio Salani, explicou que o país possui três plantas com nível de biossegurança máxima que poderia atender a demanda de vacinação de todo o país, dispensando a necessidade de importação de IFAs [Ingredientes Farmacêuticos Ativos].

A diretora da ANVISA, Meiruze Freitas, também presente na sessão, confirmou que haverá uma reunião do Sindan com diversos órgãos governamentais para tratar do tema.

Caso a proposta seja aprovada, seria possível realizar um acréscimo aos estoques de vacinas já em posse do Ministério da Saúde em 90 dias, dada a escala de produção em que essas indústrias estão habituadas a produzir.

Clique aqui para acessar a matéria na íntegra.